Late Harvest – Colheita Tardia – Miolo 🇧🇷

R$65,00

HARMONIZAÇÃO

O clássico vinho licoroso de sobremesa combina perfeitamente com receitas doces, à base de cremes, doce de leite, sorvetes cremosos e tortas de chocolate. E a harmonização mais clássica com os vinhos “late harvest” é com os queijos azuis ou mofados, tipo Gorgonzola e Roquefort.

SOBREMESAS: Sorvete vegano de doce de leite com castanhas e calda de laranja; Pudim de tapioca com coco; Creme Brûlée.

5 em estoque

Descrição

Vinho de Sobremesa – Licoroso

Os vinhos licorosos ou de sobremesa são elaborados de diferentes formas. O termo “late harvest” significa colheita tardia e, isso vale dizer que as uvas ficaram no vinhedo mais tempo que o normal para alcançar a sobre maturação, ou seja, as uvas desidratam e nesta condição concentram mais os açúcares e ganham potencial para teor alcoólico mais elevado.

As uvas desidratadas dão origem a vinhos licorosos, doces, porém nada enjoativos, tendo em vista que a acidez marcante é preservada.

As variedades mais utilizadas para este estilo de vinho são a Riesling, Sauvignon Blanc, Gewürztraminer, Sémillon, Viognier.

O licoroso Late Harvest é elaborado com as variedades Viognier e Gewürztraminer, uvas extremamente aromáticas e intensas.

VIOGNIER

Esta casta, segunda a literatura, foi levada para a Europa pelo imperador romano Probus, na região da Dalmácia, leste europeu. Outra versão conta que a Viognier foi levada para a região do rio Rhône pelos romanos.

Os vinhos elaborados a partir desta variedade são robustos, intensos, muito aromáticos e com baixa acidez. Os aromas trazem notas florais, pêssego, pera, chás, ervas, como o tomilho e damascos. Na versão licoroso pode ter notas de mel.

GEWÜRZTRAMINER

A origem da Gewurztraminer é controversa. Seu nome de escrita e pronúncia complexas sugere que seja alemã, porém, especula-se que sua origem possa ser italiana ou ainda da região francesa Alsácia que faz fronteira com a Alemanha.

Variedade intrigante, com casca grossa e rosada e um perfil aromática muito singular: notas picantes e perfumadas. “Gewurz” significa picante, característica marcante desta variedade. Seus aromas expressam pétalas de rosa, lichia, abacaxi, manga, pêssego e damasco, além de especiarias, como gengibre e canela.

As regiões responsáveis pelos exemplares mais conhecidos desta uva são Alsácia, Itália, Alemanha, no Velho Mundo e Oregon, Washington e Nova Zelândia, no Novo Mundo.

Sua versatilidade permite a elaboração de vinhos secos, conhecidos como os mais aromáticos do mundo e vinhos doces, típicos de colheita tardia, do tipo podridão nobre e ice wine.

O Late Harvest é o primeiro vinho licoroso da Miolo. As uvas colhidas sobre maduras originaram um vinho complexo, com intensidade aromática, acidez marcante, com 60 meses de estágio em barrica de carvalho francês. De coloração amarelo dourada e com aromas que remetem pêssegos em calda, amêndoas, mel, baunilha e caramelo, além de notas florais.

Uvas
Viognier e Gewürztraminer

País
Brasil

Região
Campanha Gaúcha

Tipo
Branco

Classificação
Licoroso

Volume
500 ml

Safra – 2012

Teor Alcoólico
15,5 %

Visual
Amarelo-dourado

Olfativo
Intenso, rico e complexo, com toque frutado, pêssego em calda, uvas brancas  pacificadas, baunilha, caramelo, amêndoas e mel.

Gustativo
Em boca é doce, com paladar muito intenso, com bom equilíbrio entre teor de açúcar e ácidos, com retrogosto persistente.

Resultado de um processo de colheita tardia, que eleva a concentração de açúcar das uvas, o novo rótulo, envelhecido por 60 meses em barricas de carvalho francês, traz o equilíbrio perfeito de um blend das uvas Viognier e Gewürztraminer: toques frutados e florais, baixa acidez, perfume acentuado e notas ligeiramente picantes.

Serviço : 6 a 8°C

Informação adicional

Peso 1.10 kg
Dimensões 35 × 35 × 11 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Late Harvest – Colheita Tardia – Miolo 🇧🇷”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *